quinta-feira, junho 22, 2006

Abertura da Exposição


Caros amigos!

Cecília, Teresa, Fátima, Filipa, Marisa, Jorge, Gilda, Sara, Pedro, Carlos, Carla, Pai, Elfinho! Estou muito contente por ter contado com a vossa presença ontem na exposição!
Paula, Sara, Priminha, Miguel: agradeço que tenham tentado aparecer!

Para os que ainda não foram aqui ficam algumas notas para lhes abrir o apetite.

Há quatro áreas distintas:
1. Ficus macrophylla. À esquerda da entrada estão os desenhos da ilustre árvore que vos dá as boas vindas à entrada do Jardim Botânico. Foi um exercício do curso.
2. Diários gráficos. Dentro de um armário com portas de vidro vão encontrar uma série de bloquinhos com desenhos e apontamentos.
3. Exercícios e estudos. Ao longo do corredor e numa parede da sala grande podem ver muitos esboços, desenhos preliminares e exercícios a tinta da china sobre scratchboard.
4. Artes finais. Três paredes mostram os desenhos acabados.


Quanto aos meus trabalhos, poderão encontrar oito peças:
- exercícios a tinta da china sobre scratchboard (feito a aparo, pincel e raspado com uma lâmina);
- uma laranja a grafite;
- três estudos sobre o musgo (vários briófitos, evolução da Funaria, cápsulas da Timmiella)
- um estudo de plantas do Alqueva;
- uma arte final da Timmiella barbuloides a aguarela;
- e uma prancha sobre a Timmiella que combina a aguarela anterior com desenhos a tinta da china sobre poliester.



As condições da exposição não são perfeitas mas espero que percebam que a riqueza está nos desenhos e não nas paredes.

Se puderem aproveitem também para fazer uma visita ao Jardim Botânico!

3 comentários:

Miguel disse...

Olá moçoila!

As minhas desculpas, mas era complicado dar um saltinho à inauguração da dita exposição. :(
De qualquer forma, vou ver se me redimo nos próximos dias. ;)
Porta-te bem! **

Filipa disse...

Olá!

Eu também gostei muito por me teres convidado para a inauguração, e também gostei muito da expo em si.( Qd puderes manda-me as fotos! )

Já divulguei no meu blog! Qd puderes dá uma espreitadela, e diz de tua justiça!

Beijocas!***

Anónimo disse...

Olá Sara. Afinal ainda não fui à tua exposição. E porque é que te estou a escrever isto? Porque vou agora ;)

Xau, abraços e beijinhos
Isabel