domingo, novembro 07, 2010

Expedição Amazónia Exposição #3


Estas são algumas fotos da exposição. Não estão boas, mas foi o que pude arranjar.
A exposição é bem mais bonita ao vivo e merece uma visita com calma.



Cada participante na expedição Amazónia tem na exposição uma vitrina com objectos pessoais que foram relevantes para si durante a viagem.


Este mapa da Jenny Keller é uma síntese do nosso percurso pelo rio Solimões (porção do Amazonas) e rio Negro.


Pode ser vista uma projecção de paisagens fotografadas por Steve Stoer.


Os textos da exposição incluem a referência à viagem filosófica de Alexandre Rodrigues Ferreira no séc. XVIII (Miguel Faria), uma introdução aos ecossistemas amazónicos (Henrique Queiroga) e a apresentação da visão do Grupo do Risco (Pedro Salgado). A exposição é pontuada por excertos do diário de bordo de vários participantes na expedição.

A julgar pelos resultados, parece ninguém ter visto a mesma Amazónia, cada um desenhou a sua. O somatório revela que, além de muitos olhares cruzados, há uma Amazónia que produziu um forte impacto em todos.

Pedro Salgado


Os filmes da exposição incluem um documentário filmado por Luís Quinta com música composta por João Lucas, uma animação time lapse realizada a partir de fotografias de Henrique Queirora, e a apresentação das 7 pragas da Amazónia pelo capitão Moacir.


Esta é uma imagem da montagem, captada pelo arquitecto da exposição, Vitor Casimiro. O design é da autoria do atelier Henrique Cayatte.


6 comentários:

Pedro disse...

Já lá fui duas vezes e não me arrependi. Já comprei dois catálogos, que ofereci e que foram muito apreciados.
Parabéns a todos os expedicionários.

Erica disse...

Já fui, já vi com calma, já comprei o catálogo e já o li todo! Gostei e recomendo.

hfm disse...

Já fui e voltarei pois ainda ficaram coisas para ver. O catálogo tem sido bem folheado. Um abraço.

Sara Simões disse...

Pois fico muito contente que tenham gostado de tudo! :)

Marilisa Mesquita disse...

deve ter sido uma experiência fantástica! eu ainda não fui, mas já está na lista desde a sua abertura.

Sara Simões disse...

Olá, Marilisa! Foi fixe, claro. O único problema foi arranjar tempo para desenhar tudo o que se queria. Foram duas semanas mas nunca parámos quietos, a ir de um lado para o outro...